QUE A TUA PASSAGEM POR AQUI ACRESCENTE LUZ AO TEU CORAÇÃO! QUE MEUS AMIGOS E INIMIGOS ENCONTREM AQUI UM ALENTO PARA SUAS ANGÚSTIAS!

Léa Cristina Ximenes



Afinidades

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Invocação Para a Ascensão do DNA

Eu invoco, decreto e vejo a plena ascensão celular do meu Ser físico, mental, emocional e espiritual neste Agora ...
Com o apoio total de Deus / Deusa e do reino dos Mestres Ascensionados


(nosso Eu Superior ascensionado, pai Saint Germain, Sananda,
a Sagrada Mãe Maria, Quan Yin / Deusa da Misericórdia,
Arcanjo Miguel e as Legiões, Ashtar e todo o comando,
Babaji, Rafael, Gabriel, clã dos Anjos de Trompete, aborígenes e tribos xamãs,
Deusas da fortuna, Anjos da Luz, Alohim, Clã das Serpentes, Shiva,
todas as frequências de Cristo,
todos os totens animais, Elementais do Fogo, Ar, Água e Terra,
todos os seres divinos da Luz, do Amor e Ascensão designados ou não)

para ativar as células dentro do meu Ser que são os seus complementos no poder unificado do Um.
Eu decreto o meu Maior Bem sempre operando neste Agora.
Eu decreto Graça e Misericórdia sempre operando neste Agora.

Eu invoco, decreto e vejo a plena verdade e a realidade desta Ascensão neste agora.
Eu invoco e vejo cada respiração em que eu respiro o FOGO VIOLETA transmutando todo o meu ser.
Eu invoco e vejo a plena corrente de ascensão em todas as células do meu ser.

Eu sou ascensionado.
Eu invoco e vejo a expandida Consciência Divina completamente realizada em mim como a ilimitada abundância satisfazendo todas as minhas necessidades e desejos.
Eu invoco e vejo o término da procrastinação, cansaço, bloqueios, obstáculos e sistemas de crença doentios.
Eu decreto a abundância imediata em minha vida.
Eu invoco e vejo a minha libertação de toda dívida cármica.
Eu sou a opulência infinita.

Eu invoco e vejo o meu poder pessoal em cada instante que alguém é impactado pelo meu Ser & Criações.
Eu invoco e vejo o poder infinito das minhas relações sexuais, espirituais, mentais, emocionais, físicas e financeiras nesta Vida.

Eu invoco e vejo a sexualidade sagrada, a inocência erótica e sempre expresso a sacralidade do vigor sexual para prazer, criatividade e cura.

Eu invoco e vejo a Cura Universal do Mundo de todos os desejos sexuais e vergonha.

Eu invoco e vejo a liberação mundial de todas as forças manipuladoras e seres que controlariam a humanidade; passado, presente e futuro.

Eu invoco os Anjos e Mestres Ascensionados para realinhar e curar todas as energias mal-usadas para possibilitar a reestruturação completa do nosso DNA.
Eu invoco e vejo a transmutação de todas as projeções negativas e julgadoras.

Eu invoco e vejo a minha constante habilidade de estar centrado e equilibrado em minhas percepções psíquicas e natureza empática – todas as energias psíquicas esmagadoras são liberadas por mim automaticamente, facilmente e sem esforço. Eu sou habilitado para Tudo!

Eu invoco e vejo o meu sonho lúcido a cada noite em que durmo e a lembrança total quando eu acordo.
Eu invoco e vejo a minha Harmonia infinita com Deus / Deusa que sou!

Eu invoco e vejo a plena expressão do meu poder de cura milagroso.
A minha vida é um fluxo contínuo de MILAGRES!
Eu invoco e vejo a minha habilidade infinita e disponibilidade para receber todas as bênçãos da vida.

Eu invoco e vejo uma constante atitude de gratidão por toda minha vida, todas as minhas realizações e bênçãos incluindo o mesmo para o Universo em geral.
Eu invoco e vejo as bênçãos plenas de Deus / Deusa, dos Mestres Ascensionados, Anjos, Guias e Seres de Luz para bendizer esta Terra.

Eu invoco e vejo todos os meus decretos, vocações e orações que liberei para o Universo e me abri à resposta, apoio & amor de Deus para meu maior bem em minha vida.

Eu invoco e vejo a libertação de todas as vidas do passado, presente e futuro de decretos e promessas que me ligariam à limitação, à falta e à densidade e à qualquer coisa de não-ascensão neste Agora. 

Eu invoco e vejo a plena recuperação do meu eterno Eu como Amor Poderoso e totalmente alinhado com a Consciência Divina Abundante.

Eu invoco e vejo a dissolução de todas as forças manipuladoras que ligariam este plano terrestre ao medo.

Eu invoco e vejo a influência do reino dos Mestres Ascensionados e Anjos para interceder e elevar as vibrações para o mais alto a fim de trazer Luz às trevas.

Aumentando a frequência do AMOR e da CONSCIÊNCIA DIVINA, eu invoco e vejo a plena ascensão do planeta Terra neste AGORA ! Assim seja, Assim é, Amén.

Léa Cristina Ximenes
Terapeuta Facilitadora Universalista
E-mail: ximenes.andrade@gmail.com
Skype: lea.seraphisbey
Telefone: (13) 3477 9813

 Comente e compartilhe!
Divulgue a Luz!

 

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Contatando a Grande Fraternidade Branca

Um ritual para você contatar as energias dos Mestres e dos Raios, obtendo equilíbrio e proteção

Procure um lugar tranqüilo, onde você não seja incomodado, para realizar diariamente o seu ritual. Para deixar o ambiente mais aconchegante, acenda velas e incenso e coloque uma música suave ao fundo (que pode ser clássica, sacra ou new age). Em seguida, siga passo a passo as etapas do ritual.

1. Leitura da Grande Invocação

Do Ponto de Luz na Mente de Deus
Flua a Luz às mentes dos homens
Que a Luz desça à Terra
Do Ponto de Amor no Coração de Deus
Flua Amor aos corações dos homens
Que o Cristo volte à Terra
Do Centro onde a Vontade de Deus é conhecida
Que o Propósito guie as pequenas vontades dos homens
O opósito que os Mestres conhecem e servem
Do Centro a que chamamos Raça dos Homens
Que se manifeste o Plano de Luz e Amor
E sele a porta onde se encontra o mal
Que a Luz, o Amor e o Poder
Restabeleçam o Plano Divino na Terra
Hoje e por toda a eternidade
Amém Amém Amém
 
2. Ligação com o Eu Superior ou Presença EU SOU

Respirando profunda e lentamente, visualize 8 metros acima da cabeça uma luz branco-dourada como um sol ou uma estrela pessoal. Desse ponto de luz desce um cone ( ou manto) de luz branco-dourada muito luminoso. Faça uma entrega consciente a esta luz afirmando 3 vezes:"Estou entregue ao Eu Superior" .Peça a esta presença luminosa que oriente e conduza sua vida e faça a afirmação abaixo mantendo a visualização.

Do manto de luz da Presença Eu Sou
Desce o fogo sagrado sobre meus corpos
Tornando-me um campo de luz
invulnerável, invencível e invisível
A sagrada proteção do Eu Sou
Sustenta-me em luz e eleva-me ao Pai
Eu Sou Luz... Eu Sou Luz... Eu Sou Luz...
3. Pedindo a Proteção Divina ao Arcanjo Miguel

Respire profundamente e mentalize Luz Azul C eleste de vários matizes nas situações abaixo:
1ª Visualização: Envolva-se completamente num fogo azul e diga:

Arcanjo Miguel... Arcanjo Miguel... me envolve agora no Fogo Azul (3 vezes)
2ª Visualização: Um tubo de luz azul-cobalto vai se fechando sobre você. Diga:

Arcanjo Miguel... Arcanjo Miguel... me fecha num Tubo de Luz Azul (3 vezes)

3ª Visualização: Um anel de luz azul intenso e brilhante em torno de você. Fale:

Arcanjo Miguel... Arcanjo Miguel...sela tudo no Raio Azul (3 vezes)



4. Despertando o centro cardíaco com a Chama Trina

Respire e mantenha a atenção centrada no coração. Mentalize essa região do seu corpo levemente aquecida.

1. Visualize primeiramente uma chama rosa se instalando no coração e respire profundamente para ancorá-la afirmando:

Eu Sou o Amor, Eu Sou o Amor, Eu Sou o Amor
Que tudo envolve na Chama Rosa

2. Visualize agora uma chama azul se instalando no coração, respire e afirme:

Eu Sou a Fé, Eu Sou a Fé, Eu Sou a Fé
Que tudo movimenta no Raio Azul

3. Visualize uma chama amarela-dourada brilhando no coração e respire fundo afirmando:

Eu Sou a Sabedoria, Eu Sou a Sabedoria, Eu Sou a Sabedoria
Que tudo conhece na Luz Dourada

4. Para completar o exercício, visualize as três chamas entrelaçadas e repita as afirmações:

Eu Sou Amor... Eu Sou Amor... Eu Sou Amor
Que tudo envolve na Chama Rosa

Eu Sou a Fé... Eu Sou a Fé... Eu Sou a Fé
Que tudo movimenta no Raio Azul

Eu Sou a Sabedoria... Eu Sou a Sabedoria... Eu Sou a Sabedoria
Que tudo conhece na Luz Dourada



5. Alinhamento dos chacras:


Respire lenta e profundamente e mantenha-se num estado bem relaxado.
Visualize à sua frente uma escada colorida e luminosa. Aos poucos vá subindo degrau por degrau e focalizando luz na parte do corpo conforme o indicado:

1º degrau - luz vermelha clara, focalize o chackra básico

2º degrau - luz laranja forte, focalize a região do umbigo

3º degrau - luz amarela, focalize o plexo solar

4º degrau - luz verde esmeralda, focalize o cardíaco

5º degrau - luz azul-turquesa, focalize a garganta

6º degrau - luz azul royal forte, focalize a glândula pineal e o 3º olho

7º degrau - luz violeta, focalize o coronário

8º degrau - luz rosa-magenta forte no corpo todo

9º degrau - luz perolada ou marfim no corpo todo

10º degrau - luz rosa-pêssego no corpo todo

11º degrau - luz branca-prata no corpo todo

Finalize com as afirmações:

Eu Sou Luz, Eu Sou Luz, Eu Sou Luz
O Amor dos Mestres me conduz à Harmonia
O Amor dos Mestres me conduz ao Equilíbrio
O Amor dos Mestres me conduz á Perfeição
Eu Sou Luz... Eu Sou Luz... Eu Sou


6. Auto-cura com a Chama Verde

Respire profundamente e visualize-se sentado dentro de uma pirâmide verde-esmeralda. Ao mesmo tempo, envolva-se num fogo verde de vários ton s. Imagine que suas mãos se transformam em mãos de luz e com elas você vai tocando partes e órgãos do corpo que quer curar, restaurar, equilibrar. Enquanto visualiza a auto-cura vá pronunciando devagar e de forma mântrica: Hilarion, Hilarion, Hilarion. Finalize o exercício com o apelo:

Amado Mestre Hilarion
Mantenha a Verdade e a Cura
Registradas em meus corpos e ao meu redor
Eu Sou a Verdade, a Consagração e a Cura
Eu Sou a Verdade, a Consagração e a Cura
Eu Sou a Verdade, a Consagração e a Cura

7. Transmutação com a Chama Violeta

Visualize-se dentro de uma chama violeta. Ela tem uma tonalidade bem intensa na região dos pés e, à medida que sobe pelo corpo, torna-se mais clara e vai se abrindo no peito e na cabeça. A Chama Violeta rodopia em torno de você. Enquanto visualiza, faça o apelo:

Amado Saint Germain
Descendei a Chama Violeta e
Transmutai, transmutai, transmutai
As vibrações discordantes de meus corpos
Na mais pura luz divina
Eu Sou um ser de Fogo Violeta, Eu Sou a pureza que Deus deseja (3 vezes)


8. Perdoando na Chama Lilás

Para este exercício, peça as irradiações da Mestra Kwan Yin. Visualize-se entrando num grande salão todo lilás - com flores, cortinas delicadas e toda a decoração nessa cor. Do alto pende um foco de luz lilás que a tudo envolve. Imagine que você se encontra para conversar com pessoas que precisa perdoar ou pedir perdão. Vá perdoando e dando o seu perdão para soltar mágoas, ressentimentos e situações cármicas.

Eu Sou a Lei do Perdão
Eu Sou a Luz de Deus perdoando, perdoando, perdoando
Todos os erros passados, pessoas, lugares, condições ou coisas
Que me tenham feito mal ou eu a elas,
De qualquer modo, em qualquer momento e por qualquer razão
Eu Sou a chama misericordiosa me perdoando e perdoando a Humanidade
Transformando todas as vibrações discordantes em dádivas de Amor Divino
Eu Sou a Liberdade sobre a Terra... Eu Sou Deus em ação!


9. Selando tudo no Amor Rubi

Visualize uma névoa rubi brilhante envolvendo e acolhendo você no amor sublime, incondicional e devocional aos mestres e ao Deus Pai-Mãe. Enquanto visualiza vá pedindo:

Mestra Nada e Mestre Jesus
Me envolvam agora no Manto Rubi
Eu Sou a Compaixão e o Amor
Em forma de adoração
Eu Sou a Paz e a Graça
Se expressando na ação

Fonte Site Vialuz
De Georgina Martin
s



Léa Cristina Ximenes
Terapeuta Facilitadora Universalista
 E-mail: ximenes.andrade@gmail.com
Skype: lea.seraphisbey
Telefone: (13) 3477 9813 


domingo, 3 de outubro de 2010

A Construção do Antakarana de Luz

A construção do antakarana, ou ponte do arco-íris, é um assunto absolutamente fascinante. Chegará o dia em que a ciência do antakarana será ensinada em todas as escolas e salas de aula do mundo. Ela é a verdadeira ciência da mente, pois utiliza a substância mental para construir uma ponte entre a personalidade e a
alma e, à medida que o ser evolui, entre a alma(Eu Superior, Cristo, Filho de Deus Pai e da Mãe Terra que veio a este planeta com o objetivo de revelar na natureza de Deus que é amor, a Tríade Espiritual e a Mônada (Presença Eu Sou).

A tríade espiritual é o veículo por meio do qual a mônada trabalha, do mesmo modo que a alma, na Terra, trabalha através da personalidade. A mônada trabalha através do tríplice veículo composto pela vontade espiritual, pela intuição e pela mente superior.
O antakarana é o fio, e mais tarde o cordão que o discípulo cria pela meditação e compreensão, pelas práticas espirituais e pelo trabalho espiritual específico e dirigido. Nesse processo, o discípulo recebe ajuda da alma e, mais tarde, da mônada; mas a primeira parte do trabalho tem que ser feita por ele.

A mônada já tem um fio ou cordão de energia que se estende dela mesma até o chakra do coração do discípulo na Terra. Esse cordão de energia é chamado de sutratama, fio da vida, ou cordão de prata. A alma tem um fio ou cordão, chamado de cordão da consciência, que se estende dela mesma até a glândula pineal do
discípulo. O conhecimento usa o cordão da consciência. A energia da sabedoria usa o antakarana, quando ele está construído.
O antakarana é como um filamento de luz espiritual, construído do mesmo modo como a aranha tece sua teia. Esse fio é tecido pelo próprio discípulo, vida após vida, e ele só pode ser energizado por aquilo que contém vibração espiritual. O cordão da consciência tem as qualidades mentais da alma. O antakarana é construído unicamente com as qualidades mentais e espirituais da alma.

O sutratama e o cordão da consciência vem sendo construídos desde que o homem chegou ao mundo material. O antakarana se desenvolve muito lentamente, porque a pessoa precisa trilhar o caminho da experiência para que esse trabalho se inicie
realmente.
Tanto o sutratama quanto o cordão da consciência trabalham de cima para baixo. O antakarana, ao contrário, de baixo para cima.
Nos estágios finais da construção desse cordão, na quinta iniciação e ascensão, esses três cordões se fundem, se integram e se dissolvem um no outro, exatamente como a personalidade, a alma e, mais tarde, a mônada se fundem.
É pela criação do antakarana que todo esse processo se realiza. Criar o antakarana é como estender um cabo ou construir uma ponte entre três países, a personalidade, a alma e a mônada. A construção dessa ponte se faz em três etapas.

Na primeira etapa, temos a integração da personalidade com os quatro corpos.

Na segunda etapa é construída a ponte desde a personalidade integrada e os quatro corpos até a alma.

Na terceira etapa é feita a construção da ponte desde a alma até a tríade
espiritual e a mônada.


A construção do antakarana torna a consciência cerebral do discípulo receptiva à orientação intuitiva e às impressões oriundas dos reinos espirituais superiores e da mente de Deus. Ela permite que a alma, antes, e a mônada, depois, usem o discípulo, mais tarde iniciado, para o serviço que elas precisam realizar na Terra. A personalidade se torna um veículo confiável para o uso da alma em seus propósitos na Terra.
Esse propósito chega ao final na quarta iniciação, quando o corpo da alma ou corpo causal, que armazena todas as virtudes e bom karma, é queimado. Então, o fogo da mônada derrama-se através do antakarana para a alma, mediadora entre a personalidade e a mônada, e a alma volta à mônada. A alma não é mais necessária e volta a dissolver-se na mônada.

Tudo o que resta então é a personalidade infusa de alma e a mônada, que agora é o guia.Até esse ponto, o iniciado construiu o antakarana até a tríade espiritual e a mônada.
Embora esse antakarana construído seja forte, ainda não se realizou uma fusão completa entre a mônada/tríade espiritual e a personalidade infusa de alma. É na quinta iniciação que esses dois aspectos se fundem na consciência. Na sexta iniciação, eles se fundem não somente na consciência, mas também, e completamente, nos quatro corpos(o físico, o emocional, o mental e o espiritual) e toda a personalidade infusa de mônada e os corpos transformam-se em Luz.
O iniciado torna-se um Mestre Ascensionado nesta sexta iniciação. É o antakarana, que o discípulo construiu entre a personalidade, a alma e a tríade espiritual/mônada, que possibilitou a realização de todo esse processo. É também nesse ponto que o sutratama, o cordão da consciência, e o antakarana se
fundem, exatamente como aconteceu com a mônada, com a alma e com a
personalidade. O resultado dessa fusão é a imortalidade da forma física.

Assim como Deus, Cristo e o Espírito Santo são três mentes que funcionam como uma, do mesmo modo somos três mentes – mônada, alma e personalidade – que funcionam numa unidade.
O microcosmo é igual ao macrocosmo. O espírito e a matéria, o pai e a
mãe, são uma coisa só.
O antakarana é a ponte de Luz ou o caminho iluminado sobre o qual o discípulo passa para os mundos superiores. É por meio dessa ponte e caminho iluminado que ele alcança a libertação e a ascensão.Essa integração também ajuda a fazer a ligação entre a consciência de Shambala, a consciência hierárquica e a
consciência humana.

A consciência de Shambala se relaciona com a mônada e com aspecto vontade.
A consciência hierárquica se relaciona com a alma e com o aspecto amor.
A consciência humana se relaciona com a personalidade e com aspecto inteligência.

O Mestre, ao realizar essa integração, também ajuda a construir o antakarana planetário, que é o antakarana para toda a Terra e para a humanidade.
As Etapas da Construção do Antakarana
Nas etapas iniciais da construção do antakarana, existem três fios autocriados menores que são criados inicialmente e que constituem o antakarana.

O primeiro fio entre o corpo físico e o corpo etérico, e passa do coração para o baço.

O segundo fio vai do corpo etérico ao corpo astral e passa do plexo solar ao coração e deste ao corpo astral.

O terceiro fio vai do corpo astral ao corpo mental. Esse fio passa do chakra do terceiro olho para o chakra da cabeça, e daí para o corpo mental.

Esses três fios menores auxiliam a extensão de alma a integrar o sistema de quatro corpos.
A segunda etapa trata da construção do antakarana desde a personalidade na Terra até a alma. Esse processo também pode ser descrito como a construção de uma mente inferior, a alma e a mente superior. Em outras palavras, podemos chamá-lo de ligação cérebro/mente/alma. Essa ponte é construída com a substância mental.
O estágio de construção da ponte da alma a tríade espiritual e para a mônada usa a substância de Luz.


A ponte desde a personalidade até a alma cria uma iluminação completa da alma da personalidade na Terra. É nesse estágio que o discípulo se vê como uma alma. Em estágios superiores, o iniciado se vê como espírito ou como a própria mônada. Essa ponte possibilita à personalidade superar todo sentido de separatividade e de
medo da morte.
A construção do antakarana tem como objetivo a auto-realização e o serviço em benefício a humanidade.
Seis Passos Para Construção do Antakarana

Os seis passos para a construção do antakarana são: “intenção, visualização, projeção, invocação e evocação, estabilização e ressurreição”.

1- Intenção- O primeiro passo implica uma compreensão da tarefa a ser cumprida, uma decisão e determinação para cumpri-la e uma orientação correta para atingir o objetivo. Ele também exige que as forças e energias da pessoa converjam para o ponto mental/espiritual mais elevado que possa ser alcançado e que ali se
mantenham. Isso nos lembra “manter a mente firme na Luz”.

2- Visualização- O segundo passo envolve o uso da imaginação e das capacidades de visualização para construir o cordão e a ponte de Luz.

3-Projeção- O terceiro passo envolve a utilização da vontade, ou poder da vontade, e o uso de uma palavra de poder para transmitir essa linha ou ponte de substância de Luz. A ação de enviar uma palavra de poder com o poder da vontade por meio do cordão visualizado, com a mais elevada intenção possível, estende os
filamentos do cordão de Luz em direção á tríade espiritual e a mônada.

4-Invocação e Evocação- Essa invocação feita pelo discípulo atrai agora uma resposta evocativa da tríade espiritual e da mônada. O Pai (mônada), operando através do fio criado pelo discípulo, põe-se em movimento para encontrar seu filho(extensão de alma). A mônada, ou Pai do Céu, emite uma projeção de substância de Luz que encontra a projeção criada pelo discípulo na Terra. A projeção inferior e a projeção superior se encontram e o antakarana é construído.
A tensão criada pelo discípulo evoca a atenção da mônada e da tríade espiritual. Com a prática, esse cordão recíproco, ou ponte de energia, torna-se cada vez mais resistente. É uma chama de Luz. Já não existe mais a sensação dos três países separados da personalidade, da alma e da mônada, mas um único ser atuando em todos os planos por esse caminho de Luz.

5-Estabilização- No início, o antakarana é muito fino e parecido com um fio. Com a prática, a meditação e uma vida espiritual adequada em todos os níveis de ser, formar-se-á um cordão impossível de se romper.

6- Ressurreição- Esse último passo relaciona-se com o fortalecimento do cordão antakarana, que então conduz a grande fusão e integração da triplicidade e que, na quarta iniciação, tornou-se dualidade. Essa dualidade, na quinta e, finalmente, na sexta iniciação ou ascensão, torna-se unidade, ou unificação total da personalidade infusa de alma e da mônada que esteve operando por meio da tríade espiritual. Esses dois estados de consciência se integram totalmente na quinta iniciação e se fundem plenamente com o sistema de quatro corpos na sexta iniciação, que é a ascensão ou ressurreição. Os quatro corpos(físico, astral, mental e espiritual) e a personalidade se dissolvem na Luz e se tornam imortais.

PALAVRAS DE PODER

A repetição dos nomes de Deus, de palavras de poder e de mantras é tão importante para o desenvolvimento espiritual e para a realização divina. As palavras de poder às quais a pessoa se sente atraída dependem do treinamento espiritual em vidas passadas, do tipo de raio da alma e da mônada dessa pessoa, da sua preferência individual, da intuição, do sentimento, do tempo de trabalho
e da astrologia e numerologia, para citar alguns fatores.

ALGUMAS PALAVRAS DE PODER:

Mantra da Alma ou da Mônada, Elohim, Aum, Om mani padme hum, Eu Sou, Eu Sou O Que Sou, Eu Sou Deus, Eu amo, Adonai(Senhor), So Ham(Eu Sou Deus), El Shaddai(Deus Todo Poderosos), YHWH, Ram, Yod Hay Vod Hay(Pai Divino)

Esses treze mantras, outras palavras de poder que a pessoa já use, também dão resultado. O objetivo dessa meditação é visualizar um cordão de Luz que comece na personalidade, passe pela alma e suba até a mônada. A pessoa pode visualizar esse cordão com uma diâmetro equivalente à circunferência da sua própria cabeça ou, no início, se preferir, menor.
O discípulo deve entrar em sintonia com esse antakarana, visualiza-lo no olho da mente, e, com intenção plena e o poder da vontade, repetir a palavra de poder, em voz alta, de três a sete vezes, ou durante quinze minutos, como se fosse uma espécie de meditação com mantra. Depois de entoar esse mantra, o discípulo senta; permanecendo em silêncio e em estado receptivo, apenas sentindo a resposta de sua alma ou de sua mônada, dependendo da etapa em que esteja
trabalhando. Apesar de simples, essa meditação é extremamente poderosa.

O MANTRA DA ALMA OU MONÁDICO

Este mantra foi revelado ao mundo por Djwhal Khul por meio dos escritos de Alice Bailey. Esse mantra ativa a alma e a estrela da alma para a realização do trabalho espiritual. As palavras do mantra da alma são:

EU SOU A ALMA,
EU SOU A LUZ DIVINA,
EU SOU O AMOR,
EU SOU VONTADE,
EU SOU O PLANO ESTABELECIDO.

Talvez os discípulos da quarta iniciação em diante queiram substituir a primeira linha para “Eu Sou a Mônada”, mantendo o restante do mantra exatamente igual. A única linha desse mantra que as pessoas talvez não entendam é a última; ela se refere ao plano da alma para a encarnação atual. Segundo Djwhal Khul, esse mantra é o princípio de todas as técnicas ocultas.
Mesmo que o discípulo esteja trabalhando com outro mantra, é bom começar uma meditação recitando o mantra monádico três vezes, e então meditar com o mantra habitual. Ele é como uma ferramenta de ativação que indica à alma e a mônada o momento de entrarem em ação para cumprir sua parte do programa como resposta à invocação.

O FIO TERRA

As pessoas que construíram o antakarana façam, não apenas subindo em direção à alma e à mônada, mas também, descendo em direção à base da espinha pelo chakra da coluna e daí à Terra. Alguns metafísicos dão a isso o nome de fio terra. Podemos visualizar esse fio descendo pelas pernas em direção ao centro da Terra
ou, se estivermos sentados, como se passasse pela cadeira e entrasse no chão. Como o antakarana, que sobe pelo canal central, esse também deve ter pelo menos o diâmetro da circunferência da cabeça do discípulo.

O ANTAKARANA DEPOIS DA ASCENSÃO

É importante compreender que o antakarana não para de fato na mônada. Na verdade, ele continua subindo em direção à divindade. O antakarana pode ser projetado na direção de Deus ainda antes da ascensão. O discípulo que medita obterá uma resposta de Deus, e Deus irá ao seu encontro com Seu dedo de fogo e/ou com o fio de substância de Luz. Assim, mesmo os Mestres Ascensionados continuam construindo seus antakaranas à medida que evoluem nos planos cósmicos de existência.

A ESTRELA DA ALMA

A aproximadamente quinze centímetros acima da cabeça, existe uma estrela etérica de Luz. Ela paira sobre a cabeça de cada habitante da Terra. O brilho dessa estrela depende muito do nível evolutivo da extensão de alma na Terra. A estrela da alma não é a alma, mas a sua extensão, um instrumento por meio do qual ela
trabalha. Essa estrela é ativada quando recitamos o mantra da alma. É muito importante compreender a estrela da alma para se ter condições de realizar as demais meditações . No momento em que recitamos o mantra da alma, essa estrela se acende e passa abrilhar como uma estrela resplandecente, pronta para iniciar seu trabalho, desde que seja um trabalho a serviço da alma.

Depois de entoar o mantra da alma, a estrela da alma obedecerá ao pensamento e a visualização criativa e poderá mover-se, expandir-se, contrair-se ou enviar raios de energia para a personalidade. A compreensão, a ajuda e o uso da estrela da alma serão absolutamente incalculáveis para a construção do antakarana e para
todas as outras áreas de vida.

O CANAL CENTRAL

O canal central é um termo que se refere à coluna de energia que vai da base da espinha até o topo da cabeça. Às vezes chamado de chakra da coluna, ou sushumna, e é uma parte componente do sutratama (cordão de luz.)
Uma das práticas mais importantes do caminho espiritual é a ampliação do canal central e a limpeza de todos os detritos psíquicos. Em termos ideais, o canal central pode ser ampliado até transformar-se numa coluna de luz com as dimensões da
circunferência da cabeça do discípulo. O canal central da maioria das pessoas é um tubo muito estreito e entupido, como o encanamento de um banheiro que não funciona direito.

As três meditações a seguir, transmitidas por Djwhal Khul, tem por objetivo abrir e limpar o canal central e também construir o antakarana. É por meio do antakarana e do canal central que a alma e as energias espirituais podem fluir. Um antakarana e um canal central amplos, limpos e bem-estruturados permitem que a pessoa seja preenchida pela Luz do espírito no seu menor pedido. Depois de entoar o mantra da alma, é também muito interessante perceber que ela e a mônada executam metade do trabalho. A primeira meditação de Djwhal Khul é a meditação de triangulação.

MEDITAÇÃO DE TRIANGULAÇÃO

1- Recite o mantra da alma três vezes enquanto se concentra na estrela da alma como uma estrela ou um sol brilhante.

2- Depois de recitar o mantra da alma três vezes, com o poder da mente e da imaginação mova a estrela da alma diagonalmente até posicioná-la a uma distância de 30 centímetros à frente do terceiro olho. Em seguida, recue a estrela da alma em linha reta, até o centro da cabeça, fazendo-a entrar no canal central e no chakra da coluna. Pelo canal central , leve a estrela da alma para cima, parando 15 centímetros acima da cabeça, na posição em que ela estava inicialmente. Mova a estrela lenta e deliberadamente em seu deslocamento para cima. Enquanto se movimenta, a estrela da alma queima, literalmente, as formas-pensamentos ocultas e os detritos psíquicos.
Esse trabalho é um esforço de cooperação entre a personalidade e a alma, que utiliza a estrela da alma como instrumento. A alma se enche de entusiasmo, quando tem oportunidade de trabalhar com você dessa forma.

3- Repita esse mesmo processo de criação do triângulo com o terceiro olho mais uma vez.

4- Repita o procedimento; agora, porém, crie um triângulo descendo até o chakra da garganta. Execute esse processo duas vezes para o chakra da garganta.

5- Faça a mesma coisa para os chakras do coração, do plexo solar, do sacro da raiz, dos joelhos, das solas dos pés e para a estrela da Terra que está a uns 30 centímetros abaixo da superfície da Terra.

Faça a triangulação duas vezes para cada centro. Pronto, a meditação está terminada.Essa meditação ajudará a limpar o canal central e a começar a construir seu antakarana. Terminada a meditação, e depois de trabalhar com ela durante algum tempo, sugiro que você dê mais um passo:

Forme um triângulo até a alma, que está acima da estrela da alma. Essa parte da meditação trabalha na construção do antakarana até a alma e da menos atenção ao canal central. Se julgar oportuno, você pode também construir um triângulo até a sua mônada ou até a Poderosa Presença Eu Sou. Sugiro que você faça cada triângulo três vezes e que, ao terminar, recite o seu mantra ou sua palavra de poder, ao mesmo tempo em que visualiza o antakarana e mantém a mente firme na Luz. Num certo sentido, ao fazer isso, você está fazendo a fusão da primeira meditação com essa segunda meditação de triangulação.



MEDITAÇÃO DO REDEMOINHO ESPIRITUAL

A aura da maioria das pessoas(corpos etérico, astral e mental) está cheia de detritos psíquicos, formas-pensamento negativas e energia estagnada. O objetivo da meditação a seguir é eliminar do seu campo áurico todo esse material indesejado. Além de provir de sua vida diária normal, parte desse material é sobra da meditação de triangulação, que você acabou de fazer.
A meditação de triangulação retirou os detritos do seu canal central, mas provavelmente jogou certa quantidade deles em sua aura. Há um processo muito simples que a alma utiliza para limpar esse refugo psíquico; ele recebe o nome de meditação do redemoinho espiritual.

Essa meditação consiste em visualizar um vórtice espiritual ou um redemoinho descendo da alma. Visualize-o como um tornado, com a forma de um funil. Este redemoinho espiritual é formado pela substância energética mais refinada da alma. Embora você o visualize com a mente; esse vórtice espiritual é uma realidade psíquica viva da alma. Se você for clarividente, poderá vê-lo e observá-lo descendo da alma, se o tiver invocado. O tubo do seu funil e redemoinho espiritual está no antakarana, descendo ele recolhe as partículas mais pesadas dos detritos psíquicos. Deixe que a alma decida com que tamanho, cor e velocidade ela quer se deslocar. A idéia é fazer com que esse redemoinho desça pelo chakra da coroa e de uma oitava inferior e arrastando todo esse material para as profundezas do centro da Terra. Aí ele se livra do entulho, cessa seu movimento e se dissipa.

Crie um redemoinho espiritual bem amplo, de modo a abranger o corpo físico e todo o corpo áurico. Quando o redemoinho espiritual ganha força e poder, ele não precisa mais da direção da personalidade. Nesse ponto a alma e a estrela da alma estão fazendo o trabalho. Invoque um novo redemoinho espiritual sempre que você queira purificar-se. O redemoinho espiritual inicial perde sua energia quando entra na Terra e descarrega os restos psíquicos. Recomendo que você invoque de três a sete redemoinhos espirituais todas as vezes que praticar essa meditação.
Recomendo também praticá-lo no início do dia, depois do trabalho e antes de dormir, para manter-se purificado.Quero acrescentar que faz parte do trabalho da Terra promover a limpeza desse tipo de sujeira ou energia negativa. Não estamos de forma alguma poluindo a Terra por trabalhar com ela dessa forma. Ela fica muito feliz por poder servir desta maneira.



Para invocar seu redemoinho espiritual, basta seguir estes passos:

1- Repita três vezes o mantra da alma.

2- Visualize o redemoinho espiritual bem alto acima da cabeça, com a ponta do funil no antakarana, e diga: “Na sabedoria de minha alma, invoco meu vórtice espiritual”.

3- Apenas observe ou visualize o redemoinho descendo através do seu campo e, em seguida, para a Terra.

4- Chame e invoque tantos redemoinhos espirituais quantos você necessitar, até sentir-se desobstruído. Normalmente, três a cinco minutos são mais do que suficientes. Se você se sentir desnorteado ou se estiver passando por uma crise emocional ou psicológica, esse processo pode ser extremamente útil. Essas são
técnicas simples pelas quais a alma e/ou o eu superior podem ajudá-lo.

MEDITAÇÃO DO SACA ROLHAS PARA AMPLIAR O CANAL CENTRAL

Nas duas primeiras meditações, purificamos o canal central e limpamos o campo áurico dos detritos psíquicos. O objetivo dessa última meditação é alargar o canal central, de modo que ele chegue às dimensões da circunferência da cabeça. O canal central da maioria das pessoas é um tubo muito estreito e fino, o que limita a quantidade de Luz e de energia que possa descer da alma e da mônada.
Dispomos de uma meditação muito simples para dilatar o canal central. Ela se assemelha á meditação de triangulação, com a diferença de que usa apenas um triângulo em vez de vários. Depois de recitar o mantra da alma, crie um triângulo que desça até a estrela da Terra, sob os pés, como na meditação de triangulação.

Ao começar a mover a estrela da alma para cima, visualize-a como um saca-rolhas girando no sentido horário, subindo pelo canal central, e voltando à posição da estrela da alma, 15 centímetros acima da cabeça.
Seu canal central deve medir pelo menos 2,5 centímetros, mas que é preferível que ele tenha a largura da cabeça.
No início, talvez você prefira uma medida intermediária entre essas duas enquanto trabalha para ampliá-lo o máximo possível. Nesse sentido, use o seu discernimento e intuição. Recomendo que pratique esta meditação duas vezes por dia, durante três semanas, tempo necessário para se criar um hábito. Uma vez ampliado o canal central, você está pronto definitivamente.

MEDITAÇÃO:

1- Recite o mantra da alma em voz alta.

2- Recite o mantra da unificação:

Os filhos dos homens são um, e eu sou um com eles.
Eu quero amar, não odiar.
Quero servir, não ser servido.
Quero curar, não ferir.
Que a dor traga a merecida recompensa de Luz e de amor.
Que a alma controle a forma externa da vida e tudo o que acontece. E
traga a Luz o amor que está na base de todos os eventos.
Que a visão e a intuição se manifestem.
Que o futuro se revele.
Que a união interior se evidencie e as divisões exteriores se
dissolvam.
Que o amor prevaleça.
Que todos os homens amem.

3- Construa um grande triângulo que desça até a estrela da Terra.

4- Faça a estrela da alma subir sob a forma de um saca-rolhas, movendo-se no sentido horário, ampliando seu canal central até a dimensão desejada.

5- Finalize a meditação, recitando a Grande Invocação:

Do ponto de Luz na mente de Deus,
Flua Luz a mente dos homens.
Que a Luz desça sobre a Terra.
Do ponto de Amor no coração de Deus,
Flua Amor ao coração dos homens.
Que Cristo retorne à Terra.
Do centro onde a Vontade de Deus é conhecida,
Guie o propósito as pequenas vontades dos homens-
O propósito que os Mestres conhecem e a que servem.
Do centro que chamamos de raça dos homens,
Realiza-se o Plano de Amor e Luz,
E possa ele selar a porta onde habita o mal.
Que a Luz, o Amor e o Poder restabeleçam o Plano sobre a Terra.

Por Joshua David Stone em 29-05-10

Léa Cristina Ximenes
Terapeuta Facilitadora Universalista

E-mail: ximenes.andrade@gmail.com
Skype:lea.seraphisbey
Telefone: (13) 3477 9813

Participe e compartilhe!

domingo, 19 de setembro de 2010

Ritual do Conselho Kármico em 30 de Setembro - Não Deixe de Fazer

Oito Mestres Ascensos formam o conselho do carma. Estes Mestres são responsáveis por ministrar a justiça (ordem/ organização divina) em nosso planeta Terra. Eles decidem qual a porção de carma (positivo ou negativo) que cada indivíduo deve receber durante a existência na Terra.

Todas as almas precisam passar perante este conselho cármico antes e depois de cada vida encarnada. Durante todo o período de encarnação, a alma tem ao seu lado, um anjo que a acompanha registrando todas as suas manifestações. Este anjo é conhecido como o "anjo do registro". Todos estes dados são entregues a anjos chamados de "guardiões dos pergaminhos". Estes, atuam junto aos Senhores do Carma, que consultam estes registros, antes de tomar decisões sobre as nossas vidas.

São os Senhores do Carma que decidem quem deve encarnar, quando e onde. Suas decisões são sempre baseadas em três importantes pontos:

1 - A Vontade Divina para nossas vidas, o nosso "Plano Divino". Eles nos proporcionam uma vida para que possamos ter as oportunidades necessárias para atingirmos a nossa Vitória Divina.

2 - Eles nos proporcionam oportunidades para que possamos reparar nossos erros. O nosso carma negativo que precisa ser consumido/ transmutado, para que possamos evoluir na luz. Eles nos posicionam na vida, (em famílias, trabalhos, cidades, etc.) de forma que possamos resgatar nossas criações de vidas anteriores. Precisamos nos reencontrar nossas criações negativas. Esta má qualificação de energia precisará ser redimida por nós, precisamos servir ao próximo e pagar nossos débitos.

3 - Eles nos acompanham durante nossas vidas e podem aumentar as oportunidades ou as barreiras, o que dependerá de nossa evolução. Somos avaliados a cada três meses, porém, somos fortemente avaliados a cada ciclo de doze anos. Aos 12, 24, 36, 48, 60, 72, 84, 96 anos, e ai por diante, se chegarmos a viver além desta idade.

Assim, quando conquistarmos a vitória da manifestação de nosso plano divino e consumirmos o nosso carma negativo, iremos então ter com a Presença do EU SOU, o Amado Santo Cristo Pessoal, (o nosso Eu Superior) e o conselho do carma, que decretarão o direito de libertarmo-nos da roda viva das reencarnações (a roda de Sansara).

De acordo com a mensageira da Grande Fraternidade Branca, Elizabeth Clare Prophet, os Senhores do Carma são atualmente representados pelos seguintes Seres Cósmicos:


1° O Grande Diretor Divino SAITHRU, Manu da Sétima Raça Raiz.; é uma função que direciona um propósito unificado às mais variadas necessidades de uma raça. Atualmente quem exerce essa função é Lanto que já foi Diretor do 2º Raio (dourado).
2º Raio - Deusa da Liberdade ou LIBRA, Grande Ser Cósmico personifica o amor perfeito de Deus que nos concede amor incondicional, compaixão, força e pureza.
3º Raio - Mestra Ascensa Nada; Cada vez que penso na Mestra Nada, Diretora do 6º Raio (rubi), não consigo fixar sua imagem por mais que alguns instantes, porque ela vai se diluindo em toda a humanidade, tão grande é seu amor por nós e seu desejo de que sejamos tudo, resgatando o melhor que há em nós.
4º Raio - Elohim Cyclopea ou Vista; O Elohim Cyclopea é o "olho que tudo vê", “o olho onividente de Deus”, a Visão Ilimitada de Deus que enxerga a essência de todas as coisas. Nada pode ser escondido, nem mesmo uma intenção.
5º Raio - Palas Athena; a Deusa da Verdade, atua no 5º Raio (verde) auxiliando a desfazer nossas compreensões errôneas que só nos trazem sofrimento, para nos ajustar aos propósitos evolutivos.
6º Raio - Pórcia, Deusa da Justiça; atua no 7º Raio (violeta), ajudando a estabelecer a medida exata do que nos pode ser concedido a cada momento (nosso débito com a humanidade é tão grande que, se tivéssemos de saldá-lo de uma só vez, seríamos imediatamente extinguidos, fulminados diversas vezes).
7º Raio - Kuan Yin, Deusa da Misericórdia, da Compaixão e do Perdão; Kuan Yin a que ouve os lamento do mundo e alivia nosso sofrimento. Tão grande é sua compaixão que nos auxilia sempre mais do que na verdade merecemos.
8º Raio - Vairochana, um dos cinco Budas Dhyani. Vairochana, Aquele que é como o Sol ou o Radiante – representa a integração ou a origem dos cinco dhyani-budas. Ele personifica a sabedoria primordial do espaço dos fenômenos, da perfeição da realidade, do dharmadhatu, o Reino da Verdade, onde todas as coisas existem como realmente são. Seu símbolo é o dharmachakra, a Roda do Dharma, que representa os ensinamentos do Buda Shakyamuni. Personifica o poder que estabelece a Verdade dos Budas Dhyani assumindo a nossa ignorância e permitindo que vejamos as coisas como elas realmente são.

As Cartas aos Senhores do Carma

Os Senhores do Carma se reúnem, quatro vezes por ano, 31 de março,
30 de junho, 30 de Setembro e 31 de Dezembro, para rever petições da humanidade não ascensa, e assegurar dispensações, baseadas em merecimento individual de cada um.

Esta é uma boa oportunidade para analisarmos nossa vida nos últimos três meses. É a hora certa de agradecermos aos objetivos conquistados e pedirmos aos Senhores do Carma, dispensações e orientação divina para a solução de problemas pessoais e planetários.

Você pode preparar um projeto de trabalho e colocá-lo para a apreciação dos Mestres. Convença-os a investir em seu projeto. Os Mestres sempre apóiam boas idéias que venham a melhorar a qualidade de vida da humanidade. Desde que seu projeto não interfira com o plano divino, você terá todo o apoio que precisa.

Se convencer os Senhores do Carma a apoiá-lo, todas as portas se abrirão e seu projeto se tornará realidade mais cedo do que espera.

Peça por abundância divina para sua família e amigos, proteção para os ensinamentos dos Mestres em suas escolas na Terra, libertação dos portadores da luz que os Mestres desejam trazer para os ensinamentos.

Esta carta deve de preferência ser escrita à mão. Lembre-se de assiná-la com seu nome completo e por extenso no final.

Estas petições devem ser queimadas em ritual de entrega nos dias 31 de março,
30 de junho, 31 de Setembro e 31 de Dezembro de cada ano, quando os Senhores do Carma se reúnem para analisar caso a caso juntamente com seu Santo Cristo Pessoal.

Como fazer o ritual de entrega da carta para os "Senhores do Carma" ?

RITUAL:

Em um papel de seda branco, escrever a lápis (o grafite é um poderoso condutor de energia) seu nome de solteiro (nome de batismo) e data de nascimento.

Depois escrever a frase: PELA PAZ E CURA UNIVERSAL.

Escrever seus pedidos pessoais ao conselho cármico, peça tudo o que deseja material ou não afinal, estamos aqui aprendendo a sermos felizes e, pedir àqueles que que realmente estão interessados em nos ajudar, não é feio e nem deve causar culpa ou constrangimentos. Dobrar o papel e fazer uma oração do seu coração ou (A Grande Invocação - oração máxima da Fraternidade Branca) Queimar primeiro um papel em branco, o seu papel escrito e outro em branco no final. O elemento fogo, é um elemento de manifestação e transmutação e, as Salamandras (elementais do fogo), é que vão levar as petições ao Conselho Cármico. Se várias pessoas participarem do ritual, queimar primeiro um papel em branco, depois todos os escritos e por último outro papel em branco. Faça a prece:

“A GRANDE INVOCAÇÃO”

Do ponto de Luz na mente de Deus, que flua Luz à mente dos homens, e que a Luz desça à Terra.

Do ponto de Amor no coração de Deus que flua amor ao coração dos homens, que Cristo retorne à Terra.

Do centro onde a vontade de Deus é conhecida, que o propósito guie as pequenas vontades dos homens, propósito que os mestres conhecem e servem.

Do centro a que chamamos a raça dos homens que se realize o plano de Amor e de Luz e feche a porta onde se encontra o mal.

Que a Luz, o Amor e o Poder restabeleçam o Plano Divino sobre a Terra hoje e por toda a eternidade. Amém.

Obs: Se as outras pessoas não quiserem participar do ritual mas quiserem entregar os seus pedidos, elas devem escrevê-los num papel de seda branco, como o seu (nome, data de nascimento e pedidos) e você queimará os
papeis com os pedidos delas após o seu e antes do último papel que sempre
deverá ser um papel em branco.

Léa Cristina Ximenes
Terapeuta Facilitadora Universalista

E-mail: ximenes.andrade@gmail.com
Skype: lea.seraphisbey
Telefone: (13) 3477 9813

Participe e compartilhe

Este ritual pode ser feito em qualquer lugar mas, se tiver um altar, melhor. Pode ser feito em qualquer horário mas se preferir, pode fazer em um dos horários quadrantes: 6:00hs, 9:00hs, 12:00hs ou 18:00hs. Quando na queima dos papéis, devemos fazer sobre algo não inflamável.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Os Chakras e Seus Mantras

A palavra “chakra” vem do Sânscrito e significa “roda de luz”. Chakras são pontos de energia de diferentes vibrações, representando diferentes aspectos do corpo, da alma e do espírito. Simbolizam a lei da natureza, estando em constante movimento. Eles estão localizados ao longo da coluna vertebral do corpo humano.
Sua função é de receber e transmitir energia para as áreas afetadas do corpo físico, trazendo o equilíbrio. Trabalhando com os chakras, é possível unir todos os aspectos de nossas vidas, incluindo os aspectos físicos, materias, espirituais, sexuais e etc.
No corpo físico, encontram-se os sete chakras principais, sendo três mestres e quatro maiores. Sabemos que existem trezentos chakras menores espalhados pelo corpo físico. Também há muitos chakras que se encontram fora do corpo. Quando todos os chakras estão limpos, ativados e alinhados, a energia nos permite comunicar com os espíritos do Universo.

Pratica dos Mantras dos Chakras:

Prática básica: sente-se com a coluna ereta, as pernas cruzadas e as mãos pousadas suavemente sobre os joelhos em jnãnã mudrá, unindo os dedos indicadores e polegares com a palma para cima se for dia e com as palmas para baixo se for de noite.

Entoe ou mentalize: Lam, Vam, Ram, Yam, Ham, Om e Sham nessa ordem várias vezes.

Prática intermediária: com a mesma postura acima entoe ou mentalize: Om Lam, Om Vam, Om Ram, Om Yam e Om Sham.

Prática adiantada: Om Lam (8x) - Om Vam (8x) - Om Ram (8x) -Om Yam (8x) - Om Ham (8x)Om (8x) - Sham (8x).

Clique no arquivo de cada Chakra para ouvir e aprender a entoar seu mantra:


Chakra - Básico ou Mooladhara
Cor – Vermelha
Nota Musical – DÓ
Ondas (hertz) – 0,08 micra
Relação – Base da Coluna
Plexo – Sagrado
Mantra – OM LAM
Chakra - Esplênico ou Swadhishtâna
Cor – Laranja
Nota Musical - RÉ
Ondas (hertz) – 0,66 micra
Relação – Baixo Ventre
Plexo - Mesentério
Mantra - OM VAM

2 - SWADHISHTANA.mp3
Chakra - Plexo Solar ou Manipura
Cor – Amarelo
Nota Musical – MI
Ondas (hertz) – 0,58 micra
Relação – Aparelho Digestivo
Plexo – Solar Interno
Mantra – OM RAM

Chakra – Cardíaco ou Anâhata
Cor – Verde e Rosa
Nota Musical – FÁ
Ondas (hertz) – 0,52 micra
Relação – Coração
Plexo – Cardíaco
Mantra – OM PAM/YAM
Chakra – Laríngeo ou Vishuddha
Cor – Azul Celeste
Nota Musical – SOL
Ondas (hertz) – 0,47 micra
Relação – Tireóide
Plexo – Laríngeo
Mantra – OM HAM
Chakra – Frontal ou Ajna
Cor – Azul Índigo
Nota Musical – LÁ
Ondas (hertz) – 0,44 micra
Relação – Hipófise
Plexo – Frontal
Mantra – OM

Chakra - Coronário ou Sahasrara
Cor – Violeta
Nota Musical – SÍ
Ondas (hertz) – 0,40 micra
Relação – Epífise
Plexo – Coronário
Mantra – SHAM
7 - SAHASRARA.mp3

Em meu curso de Reiki On-line os Chakras são abordados de forma profunda. Veja em: http://luzvital.blogspot.com/2010/09/reikia-energia-de-amor-on-line.html
Comente e compartilhe!

Léa Cristina Ximenes
Terapeuta Facilitadora Universalista
E-mail: ximenes.andrade@gmail.com
Skype: lea.seraphisbey
Telefone: (13) 3477 9813 

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Nove Passos Para Pôr a Chama Violeta em Ação na Sua Vida

A chama violeta é uma energia espiritual capaz de consumir energias negativas, libertando a energia divina aprisionada em nossos registros cármicos, em matrizes que construímos com base no mundo material. Quando essas energias aprisionadas em matrizes imperfeitas são libertadas, retornam a sua fonte original, ao nosso corpo causal.

A chama violeta é o fogo do Espírito Santo que contém as qualidades do perdão, da misericórdia, da alquimia, transmutação e liberdade.
O ensinamento sobre a chama violeta não é algo novo, criado recentemente. Ela sempre existiu e foi utilizada pela Grande Fraternidade Branca por milhares e milhares de anos. As civilizações da Lemúria e da Atlântida já faziam uso dela, mas, devido aos abusos que fizeram das leis sagradas, esse conhecimento foi retirado do planeta por decisão do Conselho Cósmico.

Saint Germain dirigiu-se ao Conselho Cósmico, pedindo que esse conhecimento fosse novamente disponibilizado para a humanidade. Após ceder parte da luz que acumulou em seu corpo causal, Saint Germain foi autorizado pelo Conselho Cósmico a revelar e divulgar o conhecimento e a aplicação da chama violeta. Além de ser o hierarca da era de Aquário e o seu patrocinador, ele também é o Chohan (Senhor) do Sétimo Raio.

O Arcanjo Zadkiel e a Arquéia Santa Ametista, como hierarcas do reino angélico, e os Elohim Arcturus e Vitória, como hierarcas do reino elemental, e outros mestres compõem a hierarquia celeste que trabalha com a energia da chama violeta.


Como utilizar decretos, orações e a chama violeta para fortalecer e purificar nossa aura e transformar nossa vida?

Antes de tudo, faça uma lista dos objetivos espirituais e materiais que deseja mudar em sua vida. Por exemplo: objetivos espirituais: ser mais amoroso(a), transmutar experiências dolorosas e/ou padrões psicológicos etc. Objetivos materiais: encontrar um novo emprego, dinheiro para terminar ou fazer um curso, afastar criminosos do seu bairro.


1. Reserve um tempo do dia para fazer os seus decretos de Chama Violeta
Ajuste o tempo que você tem disponível ou altere a sua rotina para incluir os decretos da chama violeta. Lembre-se de que isso deve se tornar um hábito, como tantos outros que temos, e deve ser feito com alegria e determinação.

2. Peça proteção antes de usar a Chama Violeta
Antes de iniciar sua sessão de decretos, faça uma invocação, pedindo aos mestres ascensos, anjos e elementais que venham ajudá-lo e protegê-lo em todos os momentos do seu dia. Os elementais, espíritos do fogo, do ar, da água e da terra, ficam muito felizes quando os chamamos para que nos ajudem a limpar nossa aura e o planeta com o fogo violeta.

A função dos decretos do Raio Azul é estabelecer um anel de proteção em torno de você e daqueles por quem você está decretando.

3. Inicie a sessão de Chama Violeta com uma invocação e um pedido pessoal:
No fim da mensagem baixe o arquivo para saber como proceder.

4. Inicie os decretos com um preâmbulo
O preâmbulo funciona como um convite, no qual nós, amorosamente, pedimos aos seres que trabalham com a Chama Violeta, mestres ascensos e anjos, ajuda e orientação.

5. Comece seu decreto devagar e vá aumentando sua velocidade, à medida que aumentar o número das suas repetições.
No início, decrete devagar, colocando em cada palavra um amor intenso por Deus. À medida que memorizar o decreto, aumente a velocidade com que o faz, para obter uma energia mais poderosa em sua sessão de decretos.

6. Use sempre a visualização como suporte para o seu trabalho espiritual.
Nem todos conseguem ver a chama violeta em ação com os olhos físicos. Mas podemos fechar
nossos olhos e concentrarmo-nos no centro de energia entre as sobrancelhas, e tentar "vê-la" trabalhando através do nosso "olho interior". Também devemos visualizar o que estamos pedindo para ser manifestado em nossa vida.

7. Use a Chama Violeta diariamente.
Fazendo 15 minutos diários, o mínimo que os mestres pedem, ao fim de um ano, terá feito 91 horas; se fizer 60 minutos, terá feito 365 horas de chama violeta. Isso fará diferença não só para você, como para o planeta inteiro.

8. Use a Chama Violeta para curar os registros de vidas passadas
Inclua nos seus pedidos a transmutação dos registros cármicos, da sua casa, do seu bairro e do planeta.

9. Expanda a área de abrangência dos seus decretos
Visualize a chama violeta atuando em sua casa, no edifício onde mora, no seu bairro, na sua cidade etc.

Em um ditado, o Arcanjo Zadkiel, fala sobre o uso constante da chama violeta: “O maior passo que uma pessoa pode dar para o seu progresso individual é o uso constante da chama violeta. Ela é a panacéia para qualquer dúvida e medo. Os anjos da chama violeta vêm para junto de você. Mantendo as palmas das mãos estendidas, eles dirigem um feixe do raio violeta através dos seus quatro corpos inferiores e da sua aura. À medida que esse feixe atravessa o seu ser, ele vai vaporizando as condições negativas. Elas desaparecem literalmente do coração e da mente”.


Léa Cristina Ximenes
Terapeuta Holística Universalista

E-mail: ximenes.andrade@gmail.com
Skype: lea.seraphisbey
Telefone: (13) 3477 9813


Baixe o arquivo dos pedidos pessoais e deixe seu comentário!
Pedidos_Pessoaispdf.pdf

Mapa Interativo de Reflexologia

Mapa Interativo de Reflexologia
Clique na imagem para ter acesso.

Marcadores de Página Coruja.

Marcadores de Página Coruja.
Clique, Imprima e Faça
o seu em alta resolução!

Amor das Minhas Vidas

Amor das Minhas Vidas
Um carinho de Rose Mello,
é só clicar na imagem e baixar
esse lindo romance intuído com
o auxílio do espírito Yann.

Clique na imagem e adquira
um exemplar impresso de
"Amor das Minhas Vidas!"

Paz e Amor aos Bichos

Paz e Amor aos Bichos
Engaje-se nessa luta contra
o maltrato dos animais em
todos os níveis! Clique na
imagem acima para receber
em sua casa gratuitamente
os livretos para que possa
contribuir de forma concreta
com essa campanha libertadora!

Scar Project

Scar Project
Câncer de Mama não é uma fitinha rosa!

Clique e Assine!

Dessaparecidos Brasil


Anjo de Luz -
Clique Aqui e Cadastre-se!

Quem? De Onde?

EU

Minha foto
praia grande, sp, Brazil
Sou uma filha de Deus em busca de si mesma
...em busca do TODO...da UNIDADE...

Quem me visita?

free counters